Featured Slide

5/slideshow/custom

ESC 2018: conheça os novos detalhes da organização

por outubro 21, 2017

Daniel Deusdado, diretor de programas da Rádio e Televisão de Portugal (RTP), e Carla Bugalho, produtora executiva adjunta , revelaram mais detalhes sobre o Festival Eurovisão da Canção 2018 (ESC 2018).

O programa "A Voz do Cidadão" foi dedicado do ESC 2018 e do Festival da Canção 2018. O diretor de programas da RTP, Daniel Deusdado, salientou que a administração irá tentar produzir o mais barato festival dos últimos anos, e que já foi comunicado à equipa de planeamento do orçamento de estado de 2018 que o valor importado às grelhas de programação não será afetado devido à Eurovisão. 

No que diz respeito ao programa de voluntariado para o ESC 2018, o subdiretor do canal, Gonçalo Madaíl, afirma que o modelo ainda não está formulado, estando já estipulado que o projeto irá contar com muitos voluntários a vários níveis e que existirão alguns requisitos, como o domínio da língua inglesa. 

Ao ser questionado acerca dos custos da organização do festival, Deusdado refere que o orçamento só será finalizado no final do ano, revelando também que o organismo Eurovisão "traz cinco milhões de receitas e Lisboa contribui com o local do evento e outras funcionalidades". A organização conta ainda com contribuições do Turismo de Portugal (entidade também encarregue da gravação dos postcards, que será em diversos sítios do país), assim como fundos provenientes das receitas publicitárias.

Fonte: escportugal






ESC 2017: mais de 300 mil euros perdidos devido a irregularidades e fraudes

por outubro 21, 2017

O Escritório de Auditoria do Estado da Ucrânia revelou que mais de 300 mil euros do orçamento do Festival Eurovisão da Canção (ESC) deste ano foram perdidos devido a fraudes e a irregularidades financeiras.

No total, 364 mil euros (11.400.000 UAH, na moeda ucraniana) foram perdidos do orçamento do Festival Eurovisão da Canção (ESC) 2017, devido a fraudes relacionadas com contratos de serviços e a irregularidades. Cerca de 89 mil euros (2.800.000 UAH) foram perdidos devido a contratos excessivos, enquanto os outros 275 mil euros (8,6 mil milhões de UAH) foram perdidos devido a irregularidades durante os processos.

Além da perda de mais de 364 mil euros, o Escritório de Auditoria do Estado deixou claro que quase 400.000.000 de UAH de contratos adjudicados não foram submetidos aos procedimentos corretos.

Todos os materiais da auditoria do Escritório de Auditoria do Estado foram aprovados para as agências de aplicação da lei, que vão agora decidir como prosseguir.

Fonte: Eurovoix



Grécia: prazo de submissões ampliado e nomes já revelados

por outubro 21, 2017

O prazo de submissões para o Ellinikos Tellikos 2018 não terminou dia 20 de outubro como planeado, mas terminará no dia 27 de outubro.

A emissora oficial grega enviouo regulamento do método de seleção para oito editoras discográficas gregas, para que estas submetessem uma canção para o Ellinikos Tellikos, programa onde será escolhido, através de 100% televoto, o representante grego para a Eurovisão 2018. O regulamento impõe que a letra da canção seja em grego e que tenha instrumentos tradicionais gregos na sua composição.
A emissora adiou o término do período de submissões para a próxima semana.

Entretanto, três editoras discográficas já revelaram os três nomes de aposta para o Ellinikos Tellikos:

A editora "Panik Records", já veterana nas participações gregas, introduzem Chritina Saltis, que já trabalhou com Helena Paparizou.


A editora "Vinilio Music" terá submetido duas canções compostas por Andreas Lambrou. Andreas escolheu Giannis Moraitis e Dimitris Kiklis como intérpretes. 




A editora "Spider Music" anunciou que o seu representante seria a banda Xorostalites.






A Grécia estreou-se no Festival Eurovisão da Canção em 1974 e já ganhou uma vez: em 2005, com Helena Paparizou e a canção "My Number One". Em 2017 o país foi representado por Demy com a canção "This Is Love", alcançando o 19º lugar na final com um total de 77 pontos.

Reveja a canção grega de 2017:


Fonte: escpedia




Sérvia: prazo de submissões para o Beovizija 2018 ampliado

por outubro 20, 2017

A emissora sérvia, Radio-televizija Srbije (RTS), prorrogou o prazo para que os artistas enviem as suas canções para competir no Beovizija 2018

Radio-televizija Srbije (RTS), emisorra estatal da Sérvia, ampliou o prazo para que os artistas submetam as suas canções para competir no Beovizija 2018, final nacional sérvia que visa eleger o representante para o Festival Eurovisão da Canção (ESC) 2018. O prazo inicial seria até ao dia de hoje, 20 de outubro, mas a RTS decidiu alargar este até ao dia 10 de novembro.

A Sérvia estreou-se no Festival Eurovisão da Canção em 2007, ano esse em que ganhou: com Marija Šerifović e a canção "Molitva". Em 2017 o país foi representado por Tijana Bogićević e a canção "In Too Deep", alcançando o 11º lugar na segunda semifinal com um total de 98 pontos.

Reveja "In Too Deep":


Fonte; Imagem: Eurovoix/Vídeo: Eurovision.tv



Geórgia: "Voice of the Heart" é a música para o JESC 2017

por outubro 20, 2017

"Voice of the Heart" é a canção que o jovem Grigol Kipshidze defenderá no Festival Eurovisão da Canção Júnior (JESC) deste ano.

Geórgia, país anfitrião do Festival Eurovisão da Canção Júnior (JESC) deste ano, já revelou o nome e o videoclip da sua canção para o certame: "Voice of the Heart". A canção, como já se sabia, foi escrita pelo compositor Giga Kukhianidze.

Veja o videoclip da canção "Voice of the Heart":


A Geórgia estreou-se no Festival Eurovisão da Canção Júnior em 2007 e já venceu por três vezes: em 2008, com Bzikebi e "Bzz...", em 2011 com Candy e a canção "Candy music" e em 2016 com Mariam Mamadashvili e sua canção "Mzeo", alcançando 239 pontos.

Reveja "Mzeo":


Fonte; Imagem: Eurovoix/Vídeos: JuniorEurovision.tv



São Marino: jurados da final nacional revelados

por outubro 20, 2017

Måns Zelmerlöw, vencedor do Festival Eurovisão da Canção (ESC) 2015, Zoë, finalista austríaca de 2016, e o apresentador Dave Berry são os jurados da final nacional de São Marino.

Após o anuncio que dita que São Marino terá uma final nacional para eleger o seu representante para o Festival Eurovisão da Canção (ESC) 2018, aqui, são revelados os jurados: dois deles são bem conhecidos pelos fãs do certame.

O vencedor do festival em 2015, Måns Zelmerlöw, e a finalista austríaca de 2016, Zoë, são duas caras bem conhecidas que vão fazer parte do painel de júris que visa definir quais os artistas que irão competir, ao vivo, para representar São Marino no ESC do próximo ano. O painel fica completo com o apresentador de um programa de rádio, Dave Berry.

Há boatos de que o pai de Zoë, Christof Straub, pode estar envolvido como compositor, mas, até à data, a Radiotelevisione della Repubblica di San Marino (SMRTV) não comentou nada em relação ao assunto.

O São Marino estreou-se no Festival Eurovisão da Canção em 2008 e o seu melhor resultado é um vigésimo quarto lugar na final: em 2014, com Valentina Monetta e a canção "Maybe", e um total de 14 pontos. Em 2017 o país foi representado por Valentina Moneta & Jimmie Wilson e a canção "Spirit of the Night", alcançando o 18º lugar na segunda semifinal com um total de 1 ponto.

Reveja "Spirit of the Night":


Fonte: ESCPedia/Vídeo: Eurovision.tv



Com tecnologia do Blogger.